O projeto oferecerá diversos serviços como cursos de qualificação profissional, workshops, reforço escolar, projetos de empregabilidade para inserção e reinserção ao mercado de trabalho, balcão de empregos, apoio ao empreendedorismo, além de assessoria jurídica, social e psicológica.

Segundo o superintendente Allan Marchione, a Casa do Trabalhador tem um caráter inclusivo e transformador e se caracteriza por contribuir para o exercício da cidadania. De acordo com Marchione, o projeto, em Manguinhos, mantém números expressivos de atendimentos e é referência no estado nas áreas de trabalho e renda.

Beto da Reta comentou que, além de oferecer os serviços que hoje são encontrados na casa do Trabalhador, em Manguinhos, o órgão em Itaguaí irá concentrar as atividades desenvolvidas pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine), a Casa do Empreendedor e o Centro de Oportunidades da Prefeitura, tornando-se assim um polo de serviços voltado ao trabalhador.

“Vamos buscar todo apoio para a implantação da Casa do Trabalhador em Itaguaí, inclusive de parceiros da iniciativa privada, pois todos serão beneficiados com a mão-de-obra qualificada em nossa cidade”, disse o secretário Beto da Reta.

rfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-sliderfwbs-slide